Holly, uma gatinha que se perdeu de seus donos em Daytona Beach, na Flórida, voltou para sua casa após jornada de 2 meses e 322km.

Mesmo os cientistas estão perplexos pela forma como Holly reapareceu em sua casa, cabaleando, fraca e magra.

Façanha desta natureza é encontrável nos cachorros, que herdaram dos lobos essa habilidade de se orientar usando pistas magnéticas.

Desta forma, temos no cachorro um animal especial. Um amigo fiel. É especial porque emprega pistas magnéticas para chegar até o seu dono. É notável porque é fiel.

A fidelidade do cachorro explica porque as pessoas tanto gostam deles. É difícil encontrar alguém que não goste de um cachorro: seja como guia, como segurança, como estimação, como companhia, etc.

E o advogado fiel? Há façanhas raras como o da gata Holly, mas existe o comportamento-padrão, como o do fiel cachorro de estimação.

Assim é a conduta do advogado fiel. Ele é fiel porque sabe exatamente o que tem que ser feito. Conhece as necessidades processuais de seu cliente. Porque é um advogado fiel, ele não espera ser mandado. Como um cão farejador, ele antecipa as suas ações.

O que se espera de um cão fiel? Que ele, diante de uma ameaça, qualquer que seja, antecipe as suas ações. Assuma o comando da defesa.

Ah! E de um advogado fiel? Com muito mais propriedade, porque ele é racional, que ele combata o bom combate. Que ele busque soluções, quando outros advogados já desistiram.

Porque é um advogado fiel, não desiste nunca. Como o cachorro, o melhor amigo do homem, se precisar, mostre os dentes, mas com a delicadeza e sensibilidade das asas da borboleta.

O advogado fiel conhece as suas limitações, mas sabe que é competente, talentoso e compromissado. Como um fiel profissional do direito tem presente em suas manifestações o valor da sua a atitude positiva.

Como advogado fiel ele sabe que o ônus da prova é encargo, atribuído pela lei a cada uma das partes, e bem assim não medirá esforços para que as razões estejam com o seu cliente. Para o advogado fiel, o "jogo só termina quando o juiz põe a bola em baixo do braço."

O advogado fiel sabe que a atividade humana é de risco. Mas é sábio reduzir os riscos a proporções menores, se não poder anulá-los.

Conheça-nos e as nossas soluções, porque o advogado fiel é o companheiro de sempre.